Blog

Inscrições Abertas 2023/2024

  • EPB 12Ano - Facebook
  • EPB 9Ano - Facebook

Adolescência

eduardo
Adolescência
E, depois, há um momento em que uma criança olha para os seus pais e descobre uma pequena fissura que a leva a pensar. E dá-se contra que eles não são nem tão fortes, nem tão serenos e equilibrados. Nem tão coerentes, tão esclarecidos e tão justos. Nem tão atentos e tão mágicos como eram vistos quando se era mais pequenino. E, por mais que tudo isto se passe em segredo e com uma enorme perplexidade dentro de um adolescente, é como se, quase de momento para o outro, se deixasse – aí, sim! – de acreditar no Pai Natal.
Os pais estão “lá”. Funcionam e protegem. Não se inibem de definir as regras. Acompanham, com orgulho, todos os degrauzinhos do crescimento dos filhos. Afligem-se com os saltos de humor, quase acrobáticos, de que eles são capazes. Barafustam com as manhas e rezingam com as “manias”. “Perdem-se” com a sua abertura às “modernices”. “Engolem” – mais percing menos tatuagem – a forma como eles compõem uma imagem. Sentem-se muito “perdidos” no corrupio das ideias e na forma, tantas vezes demagógica, com que eles perfilham “pontos de vista”. Assustam-se com a porta do quarto fechada.Com o “olhar fechado”. E com a forma “fechada” com que falam por murmúrios. Desistem de regular jogos e ecrãs.Alimentam pequenos caprichos. Ficam cansados – até eles próprios – de tanto se ouvirem. Irritam-se com a forma como as suas palavras “entram a 100 e saem a 1000” da cabeça dos filhos. Arrufam-se, amuam e fazem birras. Sentem-se trapalhões. Enternecem-se.Comovem-se. “Tiram-se do sério”. “Passam-se” com o tom das respostas, com aquilo que eles dizem e com o “revirar dos olhos” com que os “premeiam”. Ficam “desasados” quando eles se tornam “tábuas” nalguns abraços. Sentem-se desastrados, quando falam e falam, e não acertam… “uma”. E “entupidos”, quando fazem de conta que não vêem. Evitam o quarto deles. E as gavetas, claro. E evitam “ferver”com a forma como eles engonham. Ou como cismam. Arrepiam-se quando não se revêem nalguns amigos deles. E gelam quando se imaginam, mais velhos, a precisar deles.
Mas, afinal, quem deixa de acreditar no Pai Natal: os adolescentes, quando olham para os pais, ou os pais, quando se sentem perdidos na adolescência dos filhos?
Creditos: Eduardo Sá

Abril é o mês internacional da Prevenção dos Maus Tratos na Infância!

Abril é o mês internacional da Prevenção dos Maus Tratos na Infância!
Escola Profissional de Barcelos, vai sensibilizar a comunidade acerca desta causa!
No âmbito da cidadania e desenvolvimento procuramos partilhar toda a informação e ajuda.
Qualquer criança ou jovem pode ser alvo de violência, seja ela física, psicológica ou sexual, presencialmente ou em contextos digitais. No entanto, não tem de ser “para sempre”. É dever da sociedade como um todo trabalhar em conjunto para travar e prevenir a violência contra crianças e jovens.

Se és uma criança ou jovem vítima de maus-tratos, não hesites: pede ajuda a alguma pessoa adulta da tua confiança. A APAV está sempre disponível para apoiar todas as vítimas de crime ou violência, bem como seus familiares e amigos/as.

Podes usar a Linha de Apoio à Vítima da APAV | Associação Portuguesa de Apoio à Vítima| 116 006
A chamada é gratuita
Todos os dias úteis das 08h às 22h
Não hesites, pede ajuda!

Em Abril, e sempre, temos o dever de proteger as crianças e jovens e de prevenir qualquer forma de violência.

blog2

Um Exemplo do Trabalho Realizado

Transportes Matos

Hoje, vamos dar destaque ao nosso estagiário. É sempre um momento marcante recebê-los, integrá-los na nossa empresa e orientá-los nas suas atividades diárias.
Este é o Diogo. Tem 17 anos e está a fazer o seu percurso na Escola Profissional de Barcelos. Está connosco para realizar o seu estágio em Mecânica.
Em nome de toda a equipa Transportes Matos, desejamos o maior sucesso no teu futuro profissional! 😉
—————————-
🇬🇧 Today we are going to highlight our intern. It is always a remarkable moment to receive them, integrate them into our company, and guide them in their daily activities.
This is Diogo. He is 17 years old and comes from the Professional School of Barcelos. He is with us for his internship in Mechanics.
On behalf of the entire Transportes Matos team, we wish you every success in your professional future!
aluno
aluno2

𝟎𝟒 𝐝𝐞 𝐉𝐚𝐧𝐞𝐢𝐫𝐨 – 𝐃𝐢𝐚 𝐌𝐮𝐧𝐝𝐢𝐚𝐥 𝐝𝐨 𝐁𝐫𝐚𝐢𝐥𝐥𝐞.

𝟎𝟒 𝐝𝐞 𝐉𝐚𝐧𝐞𝐢𝐫𝐨 – 𝐃𝐢𝐚 𝐌𝐮𝐧𝐝𝐢𝐚𝐥 𝐝𝐨 𝐁𝐫𝐚𝐢𝐥𝐥𝐞.
𝐒𝐞𝐧𝐬𝐢𝐛𝐢𝐥𝐢𝐳𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨: “𝐚 𝐢𝐦𝐩𝐨𝐫𝐭𝐚̂𝐧𝐜𝐢𝐚 𝐝𝐨 𝐜𝐨́𝐝𝐢𝐠𝐨 𝐁𝐫𝐚𝐢𝐥𝐥𝐞 𝐜𝐨𝐦𝐨 𝐦𝐞𝐢𝐨 𝐝𝐞 𝐜𝐨𝐦𝐮𝐧𝐢𝐜𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐝𝐚𝐬 𝐩𝐞𝐬𝐬𝐨𝐚𝐬 𝐜𝐞𝐠𝐚𝐬 𝐨𝐮 𝐜𝐨𝐦 𝐛𝐚𝐢𝐱𝐚 𝐯𝐢𝐬𝐚̃𝐨”
Procuramos partilhar informação sobre esta temática no âmbito da Cidadania e desenvolvimento. A plena realização dos direitos humanos e das liberdades fundamentais depende de uma promoção escrita inclusiva. Daí a importância de consciencializar as pessoas do quanto importante foi a invenção do código Braille como meio de comunicação para a plena realização dos direitos humanos das pessoas cegas ou com baixa visão.
As pessoas com deficiência visual correm maior risco de acabar na pobreza pois a perda da visão pode causar uma vida de desigualdade, saúde precária e dificuldade de acesso à educação e ao trabalho.
Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, estima-se que há 36 milhões de cegos no mundo e 216 milhões com deficiência visual moderada ou grave.
Esta data está relacionada com o dia de nascimento de Louis Braille, o homem que ofereceu aos invisuais uma nova forma de ver o mundo através de um sistema de leitura e de escrita que permite, pelo toque, facilitar a vida das pessoas cegas.
O Braille é composto por 64 sinais, gravados em papel em relevo. Estes sinais são combinados em duas filas verticais e justapostas, à semelhança de um dominó ao alto. A leitura faz-se da esquerda para a direita.
O Braille é essencial no contexto da educação e da liberdade de expressão e opinião, bem como da inclusão social.